TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

A pesquisa na Faculdade Cesmac do Sertão não parou durante a pandemia

O resultado dos trabalhos aprovados para apresentação em encontros locais e nacionais comprova a importância desse processo

22/06/2022 às 10h17

No dia 13 de maio de 2022 dois discentes do curso de Enfermagem da Faculdade Cesmac do Sertão tiverem trabalhos aprovados para apresentação na 1ª Mostra de Experiências de projetos desenvolvidos durante a pandemia de COVID-19, na 83ª Semana Brasileira de Enfermagem - Seção Alagoas (SBEN/AL).
O discente Ewerton Igor Alves de Almeida apresentou o projeto intitulado: “Criação de E-book Norteador para o Autodidatismo nos Estudos”. Já o acadêmico João Paulo do Nascimento Cordeiro, destacou a pesquisa sobre “Desenvolvimento de um Aplicativo Móvel como Ferramenta de Orientação para Cuidados e Prevenção do Pé Diabético”, ambos orientados pela Profa. Dra. Daniele Cristina de Oliveira Lima.
Sobre a SBEN/AL
O tema central da 83ª Semana Brasileira de Enfermagem - Seção Alagoas tratou sobre “A Enfermagem no Contexto Pandêmico pela COVID-19: que lições aprendemos?”, realizada pela Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn), instituição que reafirma a importância da reflexão sobre o impacto da pandemia na sociedade brasileira e mundial e congrega esforços para propor uma reflexão profunda sobre o contexto atual e o futuro dos distintos cenários de atuação da Enfermagem.
O tema destacou a importância dos desafios impostos durante todo o período pandêmico, revelando para a sociedade brasileira as condições da profissão. Os novos tempos impuseram modificações nas formas de ensinar, gerenciar, pesquisar, cuidar e participar de movimentos políticos, associativos e sociais, provocando debates, em especial para as respostas sobre o enfrentamento dos desafios e como é possível avançar para melhoria das condições da profissão no cenário da saúde. O órgão destaca ainda, que a pandemia da Covid-19 evidenciou o quanto a Enfermagem enfrenta e enfrentará um contexto pós-pandêmico de grande complexidade e que é necessário uma preparação, refletindo sobre temas que emergiram ou que foram agravados, como: os processos comunicacionais, acesso, saúde mental, enfrentamento de vulnerabilidades, ações de promoção de saúde, processos de trabalho, entre outros.